“Como se fosse da família”

o movimento das trabalhadoras domésticas na Assembleia Nacional Constituinte (1987-1988)

  • Bárbara Galli de Oliveira Universidade de Passo Fundo - UPF
Palavras-chave: Trabalhadoras domésticas, Assembleia Nacional Constituinte.

Resumo

Centenas de milhares de mãos femininas são a base de reprodução do trabalhador para o capitalismo mediante a realização de uma atividade: o trabalho doméstico. Dentro desse contexto, a presente pesquisa se propõe a explorar o retrato histórico do trabalho doméstico no Brasil e compreender a experiência de luta do movimento na Assembleia Nacional Constituinte (ANC) a partir da análise das articulações e discursos produzidos pelos atores sociais considerando a influência política que atravessava o contexto nacional e internacional. Essa investigação se justifica por perpassar pontos centrais como a colonialidade do poder, relações raciais e de gênero, questões que desenham a democracia e as tensões do tecido social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-05-03
Como Citar
GALLI DE OLIVEIRA, B. “Como se fosse da família”. Revista Historiar, v. 13, n. 25, p. 190-205, 3 maio 2022.