QUAL RECONCILIAÇÃO?

As disputas de memórias no acerto de contas com o passado da ditadura militar no Brasil.

Autores

  • João Batista Teófilo Silva Universidade do Estado de Minas Gerais

Palavras-chave:

Ditadura Militar, Lei de Anistia, Reconciliação, Memória

Resumo

O tema da reconciliação ocupa lugar central nas representações sobre o processo de transição brasileiro. Memórias divergentes chamam a atenção quando surgem questionamentos sobre a ditadura, através de reivindicações por memória, verdade e justiça. As questões desse passado trazem para as disputas representacionais dois sentidos opostos para a palavra reconciliação, que incluem não apenas disputas de memórias, mas também de projetos políticos. Nesse sentido, a construção da memória de uma sociedade reconciliada atua contra as tentativas de prestar contas ao passado. A reconciliação forjada pela Lei de Anistia de 1979 busca impor o esquecimento e a impunidade, sendo denunciada por alguns sujeitos como um discurso vazio ou um mito histórico. Diante destas questões, o objetivo deste artigo é fornecer ao leitor uma reflexão inicial sobre alguns momentos de nossa história recente em que essas disputas se fizeram presentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-07-15

Como Citar

TEÓFILO SILVA, J. B. QUAL RECONCILIAÇÃO? As disputas de memórias no acerto de contas com o passado da ditadura militar no Brasil. Revista Historiar, [S. l.], v. 15, n. 28, p. 167–186, 2023. Disponível em: //historiar.uvanet.br/index.php/1/article/view/470. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos - Tema Livre